Município de Cuba

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Município de Cuba reuniu com a IP para expor necessidade de investimento na ferrovia e rodovias que servem o Concelho

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

REUNIAO MUNICIPIO INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL 2O Município de Cuba esteve esta manhã em reunião com a Infraestruturas de Portugal (IP), com o objetivo de expor à empresa pública a necessidade urgente de investimento na linha ferroviária do Alentejo, bem como outras preocupações da autarquia em relação ao estado das rodovias que servem o concelho, nomeadamente a EN-387, que faz a ligação do IP8 a Cuba e que não é intervencionada há mais de duas décadas.

O encontro, solicitado pelo Município de Cuba, surge num momento em que existe interesse na realização de um importante investimento privado no concelho, que tem como “condição fundamental, para a sua fixação, a possibilidade de utilizar a ferrovia para o transporte de mercadorias”.

Tal como explica o presidente da CMC, João Português, esta reunião com a IP serviu para “obter esclarecimentos em relação às potencialidades atuais da linha do Alentejo, que serão cruciais para a fixação de uma empresa privada com capacidade para gerar mais de uma centena de postos de trabalho, além de outros impactos positivos que necessariamente decorrem da fixação de uma empresa num concelho e região carentes de investimentos públicos e privados que contrariem a atual situação”.

Recorde-se que o Município de Cuba tem vindo, ao longo dos últimos tempos, a efetuar várias diligências no sentido de sensibilizar os decisores políticos para a necessidade urgente de modernização da Linha do Alentejo - troço que serve este concelho - para o transporte de pessoas e mercadorias e, consequentemente, para o desenvolvimento socioeconómico do concelho e da região.

Em representação do Município, para além do presidente da autarquia, estiveram também presentes o presidente da Assembleia Municipal de Cuba, João Duarte Palma, e o Chefe de Gabinete de Apoio à Presidência da CMC, José Cabrita. Reuniram com o vice-presidente da IP, José Serrano Gordo, com o chefe de departamento, António Rodrigues, e com uma equipa técnica da empresa pública.

 

AVISO À POPULAÇÃO - 22/11/2019 - PRECIPITAÇÃO E VENTO

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

GMPC
\\ Períodos de chuva, por vezes fortes entre as 10:00 e as 15:00;
\\ Vento forte do quadrante sul, rodando para o quadrante oeste, com rajadas até 70/80 km/h

O Gabinete Municipal de Proteção Civil da Câmara Municipal de Cuba divulga o presente aviso à população:
1. SITUAÇÃO
Situação Meteorológica:
No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), realizado hoje no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), e de acordo com a informação meteorológica disponibilizada prevê se, para o dia de hoje, 22/11/2019, um agravamento das condições meteorológicas, salientando-se:
• Períodos de chuva, por vezes fortes entre as 10:00 e as 15:00;
• Vento forte do quadrante sul, rodando para o quadrante oeste, com rajadas até 70/80 km/h, em especial no litoral.
2. EFEITOS EXPECTÁVEIS
Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:
• Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água;
• Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
• Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;
• Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
• Danos em estruturas montadas ou suspensas;
• Possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte.
• Dificuldades de drenagem em sistemas urbanos, nomeadamente as verificadas em períodos de praia-mar, podendo causar inundações nos locais historicamente mais vulneráveis;
•Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos, pela perda da sua consistência.
3. MEDIDAS PREVENTIVAS
A ANEPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis, se recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:
– Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a formação de lençóis de água nas vias;
– Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
– Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
– Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
– Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte;
– Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

 

CPCJ de Cuba propõe sessão sobre as "10 rotinas das famílias felizes"

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

FF 10 ROTINAS CUBA A3 CARTAZ WEBUma "ação de educação parental, com vista ao desenvolvimento de comunicação positiva e estratégias para alcançar a felicidade familiar" é a proposta da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Concelho de Cuba para este sábado, 16 de novembro, pelas 15:00, na Biblioteca Municipal.

 


Pág. 13 de 441

Ligações Rápidas










Brasao Câmara Municipal de Cuba
Rua Serpa Pinto 84
7940-172 Cuba

Telefone: 284 419 900
Fax: 284 415 137
Email: geral@cm-cuba.pt
Horário de Funcionamento: Das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30