Município de Cuba

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Proteção Civil
Noticias

Balcão de Atendimento Não Permanente (BANP) da PSP vai estar em Cuba no próximo dia 12 de fevereiro

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

CARTAZ PSP CUBA 2020 FEVEREIRO WEBUma parceria estabelecida entre a CIMBAL - Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo e o Comando Distrital de Beja da Polícia de Segurança Pública (PSP) vai proporcionar um atendimento regular de proximidade aos cidadãos do Baixo Alentejo, junto do seu local de residência, levando a PSP aos concelhos onde não têm estruturas fixas.

Em Cuba, o BANP da PSP vai estar no próximo dia 12 de Fevereiro, na Biblioteca Municipal, das 9:30 às 12:30 e das 14:00 às 17:00.

Nestes Balcões de Atendimento Não Permanente os munícipes poderão:
- Proceder à regularização de documentação relativa às armas de fogo (caça ou defesa pessoal);
- Efetuar a entrega de armas de fogo, a favor do Estado;
- Esclarecer dúvidas junto dos serviços da PSP.

 

\\APOIO À DIVULGAÇÃO

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

PANFLETO CORONA VIRUSInfografia da Direção geral de Saúde (DGS) relacionado com o novo Coronavírus (2019 - nCoV), sinalizando uma série de procedimentos e recomendações.

 

AVISO À POPULAÇÃO - PRECIPITAÇÃO E VENTO FORTE - ATUALIZAÇÃO

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

GMPC

\\ Um agravamento das condições meteorológicas,até às 18:00 de dia 20/12/2019;
\\ Precipitação forte e persistente, podendo ser acompanhada de trovoada;
\\ Rajadas de vento forte entre 80 km/h - 90 km/h.

O Gabinete Municipal de Proteção Civil da Câmara Municipal de Cuba divulga o presente aviso à população:

1.Situação Meteorológica:
No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), realizado hoje no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), e de acordo com a informação meteorológica disponibilizada prevê se que, até às 18:00 de dia 20/12/2019, um agravamento das condições meteorológicas, salientando-se:
• Precipitação forte e persistente, podendo ser acompanhada de trovoada;
• Rajadas de vento forte entre 80 km/h - 90 km/h.

2. EFEITOS EXPECTÁVEIS
Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:
• Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água;
• Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
• Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;
• Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
• Danos em estruturas montadas ou suspensas;
• Possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte.
• Dificuldades de drenagem em sistemas urbanos, nomeadamente as verificadas em períodos de praia-mar, podendo causar inundações nos locais historicamente mais vulneráveis;
•Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos, pela perda da sua consistência.

3. MEDIDAS PREVENTIVAS
A ANEPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis, se recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:
Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a formação de lençóis de água nas vias;
Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte;
Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

 

AVISO À POPULAÇÃO - 22/11/2019 - PRECIPITAÇÃO E VENTO

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

GMPC
\\ Períodos de chuva, por vezes fortes entre as 10:00 e as 15:00;
\\ Vento forte do quadrante sul, rodando para o quadrante oeste, com rajadas até 70/80 km/h

O Gabinete Municipal de Proteção Civil da Câmara Municipal de Cuba divulga o presente aviso à população:
1. SITUAÇÃO
Situação Meteorológica:
No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), realizado hoje no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), e de acordo com a informação meteorológica disponibilizada prevê se, para o dia de hoje, 22/11/2019, um agravamento das condições meteorológicas, salientando-se:
• Períodos de chuva, por vezes fortes entre as 10:00 e as 15:00;
• Vento forte do quadrante sul, rodando para o quadrante oeste, com rajadas até 70/80 km/h, em especial no litoral.
2. EFEITOS EXPECTÁVEIS
Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:
• Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água;
• Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
• Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;
• Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
• Danos em estruturas montadas ou suspensas;
• Possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte.
• Dificuldades de drenagem em sistemas urbanos, nomeadamente as verificadas em períodos de praia-mar, podendo causar inundações nos locais historicamente mais vulneráveis;
•Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos, pela perda da sua consistência.
3. MEDIDAS PREVENTIVAS
A ANEPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis, se recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:
– Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a formação de lençóis de água nas vias;
– Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
– Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
– Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
– Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte;
– Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

 


Pág. 1 de 16

Agenda


20
Fev
Carnaval 2020 | Siga as Festas! - Dom às 10:30
25
Fev
Corso e Baile de Carnaval de Cuba - Ter às 15:00
01
Mar
Campeonato Distrital de Corta Mato Longo - Dom às 10:00

Boletim Municipal


Brasao Câmara Municipal de Cuba
Rua Serpa Pinto 84
7940-172 Cuba

Telefone: 284 419 900
Fax: 284 415 137
Email: geral@cm-cuba.pt
Horário de Funcionamento: Das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30