Município de Cuba arranca com o Cante nas Escolas

Versão para impressão

Cante nas EscolasO Cante Alentejano já soa nas salas da Escola Básica Fialho de Almeida de Cuba, com as turmas do 1º Ciclo deste estabelecimento a ter iniciado o projeto – promovido pela Câmara Municipal – de inclusão do nosso Património Cultural Imaterial da Humanidade nas aulas.

O objetivo é claro: começar desde cedo a integrar nas camadas mais jovens o gosto pelo Cante e pela cultural tradicional, numa perspetiva de salvaguarda e perpetuação de um dos traços identitários mais fortes do nosso povo, tal como reforça Sandra Braz, vereadora da CMC. “Queremos mostrar e incutir nos mais novos o gosto pela música tradicional. Pretendemos que, de forma lúdica e pedagógica, esta prática contribua para reforçar a expressão cultural local e que gradualmente o resultado daí proveniente possa ir-se introduzindo na comunidade, garantindo assim a continuidade do cante nas gerações futuras”, sublinha.

Esta é uma medida que tinha já sido anunciada pela autarquia, estando a inclusão do Cante Alentejano nas Escolas enquadrado na estratégia “Cuba, Catedral do Cante”. Uma expressão de comum utilização na vila e que configura um dos eixos estratégicos do Município para a projecção do concelho.